sexta-feira, 13 de novembro de 2009

DÚVIDAS FREQUENTES: Chamar ela X chamá-la

Na língua culta não se aceita a expressão chamar ela, embora seja a forma mais usada na língua informal. Se tiver que usar a língua culta, não se engane, escolha a expressão "chamá-la". Você deve estar pensando: por que rejeitar uma forma que é mais usada? Pela gramática normativa, a justificativa para essa rejeição está em dois pontos fundamentais: 1- o tipo do verbo; 2 - as funções dos pronomes. 1 - Alguns verbos, como por exemplo, amar, encontrar, comprar, chamar e ajudar pedem um complemento sem preposição. São os chamados verbos transitivos diretos, ou seja, ligam-se aos seus complementos sem a mediação de uma preposição (a, até, em, sobre, de, por, com...). 2 - O pronome ele (e variações), para funcionar como complemento de verbo, exerce a função de objeto indireto e é classificado como oblíquo tônico, ou seja, deve ser antecedido de uma preposição. Exemplos: João trouxe o livro para ela. O dinheiro foi entregue a eles. Por isso, não pode complementar verbos transitivos diretos. Portanto, o verbo chamar, como transitivo direto, não aceita o pronome ela como seu complemento. Neste caso, usa-se o pronome oblíquo átono a: chamá-la. Segundo a Nossa Gramática Completa SACCONI (2008, p.217), “na língua coloquial e despretensiosa do dia a dia do português do Brasil já se aceita também o uso do pronome ele (e variações) no lugar do oblíquo o (e variações), devido a sua ocorrência bastante frequente .” Ex.: O menino está passando mal; leve _ele_ pro hospital. O mesmo uso acontece em poemas e letras de música, pois neste caso existe o que se chama de “licença poética”. Observe a ocorrência desse pronome no trecho da música “Canção Para Ela”, de Leo Henkin, do grupo Papas da Língua: Ela _ era linda (sujeito) E eu amava _ ela _ (objeto direto) Eu não sei onde foi que eu errei Quanto mais eu penso _ nela _ (objeto indireto: em + ela) Mais eu fico sem ninguém _Ela _ me amava e eu amava _ ela_ (sujeito e objeto direto respectivamente) _Ela _ se chamava _ ela_” (idem)

Um comentário:

Gecivaldo Oliveira disse...

Bom dia a toda equipe. Eu gostaria de saber como devo proceder ao escrever a frase "a amizade é um contínuo; dar e receber para uma realização plena. Também "chamam-na"/"chamam ela", o pronome refere-se a amizade.