quinta-feira, 9 de julho de 2009

O Início de Tudo ...

Usamos a língua portuguesa de diferentes maneiras, conforme a situação de comunicação em que nos encontramos. A linguagem usada informalmente, nos dias de hoje, nas conversas entre amigos e familiares, ou em e-mails, por exemplo, não requer a observância das regras rígidas da língua. Por outro lado, precisamos ter um cuidado maior em relação às regras gramaticais, quando a situação o exigir, como em comunicações oficiais, entrevistas formais, concursos, cartazes, documentos etc. Em tais circunstâncias, exige-se o emprego da língua padrão, cujas normas de uso são prescritas rigorosamente pela gramática normativa. Sabemos que, entre as diversas variantes da língua portuguesa, existem diferenças gramaticais; as quais se revelam na marcação de plural (concordância), na regência, no uso dos pronomes, na ordenação das palavras dentro dos enunciados etc. São essas diferenças que nos provocam dúvidas, principalmente, quando precisamos nos expressar verbalmente em situações mais formais de uso da língua. A partir desse olhar sobre o ato linguístico e considerando as mudanças decorrentes do “Novo Acordo Ortográfico”, surgiu a ideia de se instituir o SALP_ um serviço para esclarecer dúvidas sobre a língua portuguesa, efetuado via e-mail: portuguesonline@pmf.sc.gov.br.

8 comentários:

Sylvio Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sylvio Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sylvio Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sylvio Fernando disse...

Parabéns!!!

Pela iniciativa de disponibilizarmos o serviço também via Blog, que é uma ferramenta que possibilita formarmos uma rede cooperativa de aprendizagem dentre todos os segmentos da sociedade...

" O único medo de ser fiel à verdade é não ter compromisso com idéia nenhuma. As idéias são vestimentas provisórias de uma verdade sempre inatingível.Mesmo quando aparentemente alcançadas, nossas verdades devem ser sempre revistas, revisadas, inquiridas, questionadas". Darci Ribeiro, Sobre o Óbvio

Sei que hoje com a reforma "idéia" não se acentua, porém era a verdade daquele momento. Verdades provisórias e inverdades fugazes.
Sucesso...

Movimentopedagógicoeja disse...

Sucesso ao grupo pela iniciativa. Ter este espaço para pesquisa, entre outras possibilidades é mto legal.

Heliete Schütz Millack disse...

Parabéns a nós todos(as) do grupo GTE. Nada se constrõe sozinho. Sem o incentivo e a colaboração do grupo, as ideias não sairiam do "plano das ideias".
Para completar seu comentário sobre verdades e inverdades,vale lembrar Lulu Santos:
"Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo "
Boa semana!

Heliete Schütz Millack disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Heliete Schütz Millack disse...

A equipe GTE agradece. Sejam bem-vindos(as).
Este espaço está sempre aberto a discussões e contribuções em torno dos impasses criados pela dinâmica das experiências linguísticas que vivenciamos no nosso dia a dia.
17 de Agosto de 2009 07:33